Freguesia de São João Baptista

 

Freguesia

Freguesia (5)

%AM, %24 %041 %2014 %00:%Jun.

Mapa da Freguesia

Escrito por
 
%AM, %23 %041 %2014 %00:%Jun.

IMAGEM DA FREGUESIA

Escrito por

A Freguesia de São João Baptista passou a ter uma nova imagem que a caracteriza e identifica com os símbolos do Entroncamento, nomeadamente o carril e as cores vermelho e preto. Para a sua criação foram consideradas as raízes históricas do Entroncamento.

“O Entroncamento nasceu em meados do séc. XIX, com os alvores da construção ferroviária e começou por ser uma simples estação de caminhos-de-ferro”.

Conscientes das raízes e da importância do seu complexo ferroviário na história dos caminhos-de-ferro portugueses para a população do Entroncamento, o carril foi assim, a principal inspiração do autor do projecto para o desenvolvimento da identidade corporativa da Junta de Freguesia de São João Baptista.

%AM, %23 %041 %2014 %00:%Jun.

SÍMBOLOS HERÁLDICOS

Escrito por

 

Ordenação heráldica do brasão, bandeira e selo 

Brasão: - Escudo de azul, dois perfis de carril de prata, guarnecidos de ouro e “Agnus Dei” de prata nimbado de ouro, sustendo uma vara crucífera de ouro, com lábaro de prata, carregado de cruz firmada de vermelho. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: “SÃO JOÃO BAPTISTA – ENTRONCAMENTO”.

Bandeira: - Amarela. Cordão e borlas de ouro a azul. Haste e lança de ouro.

Selo: - Nos termos da lei, com a legenda: “Junta de Freguesia de São João Baptista – Entroncamento”.
 

 

Publicado no Diário da República II Série,
nº. 28 de 08/02/2007

Simbologia do Brasão da freguesia

Escudo azul – Representa o azul do horizonte por onde se entroncam e cruzam caminhos.

“Agnus Dei” – Representa o conjunto da imagem de S. João Baptista que simboliza a origem e crescimento da cidade do Entroncamento, junto da Capela das Vaginhas dedicada a S. João Baptista.

Perfis de carril de prata, guarnecidos a ouro, com os respectivos “tirefonds” – Simbolizam a grande importância que o caminho de ferro teve na vida económica do Entroncamento e o carácter ferroviário da cidade e desta freguesia em geral.
Sem carril não haveria caminho de ferro e sem este não haveria “Entroncamento”.
 

%AM, %16 %041 %2014 %00:%Jun.

GENERALIDADES

Escrito por

 

 

Município: Entroncamento

Área da Freguesia: 4,6 Km2

População: A População da Freguesia de São João Baptista do concelho do Entroncamento reveste-se de características muito especiais, que se prendem essencialmente com os hábitos e costumes das regiões de onde são originários os seus habitantes, pois no Entroncamento habitam pessoas, praticamente de todos os pontos do País.

Segundo os dados fornecidos pelos Censos de 2001, a cidade do Entroncamento, à data, apenas com uma freguesia, acolhia 18.173 residentes dos quais 15.154 eram eleitores recenseados, apresentando a maior taxa de crescimento demográfico e a maior densidade populacional do distrito de Santarém. Cerca de 16,5 % dos habitantes eram crianças e jovens menores de quinze anos, correspondendo 69 % à percentagem de adultos em idade activa. No que concerne aos idosos, representavam cerca de 14,5 % da população local.

Actualmente estima-se que habitem na Freguesia cerca de 11.000 pessoas, onde 7.079 se encontram recenseadas. (Dados de Janeiro de 2007).


Actividades Económicas: Comércio, construção civil, transportes, transformação de mármores, mobiliário, cerâmica e serviços.


Feiras, Festas e Romarias:
- Mercado diário, excepto à 2ª. Feira
- Feira semanal, aos sábados.
- Feira de coleccionismo e velharias, ao 1º. Domingo de cada mês
- Festas da cidade e de S. João,
(na semana, que coincidir com o dia, 24 de Junho,
dedicado a S. João Baptista).


Património cultural e edificado: Igreja matriz, Capela de S. João Baptista, Chafariz do Largo das Vaginhas, Centro de formação da FERNAVE, locomotivas a vapor e cruzeiro no Largo da Igreja Matriz.


Artesanato: A cultura de um povo é também traduzida pelo artesanato, e a freguesia de S. João Baptista do Entroncamento não constitui excepção.

O tipo de artesanato que é feito no Entroncamento é bastante rico e variado, reflectindo influências de outras regiões do País. 
Muitos artesãos executam as suas peças por passatempo, outros fazem-no pelo prazer de dar continuidade a certas tradições para que não se percam no tempo.
- As peças do nosso artesanato local já foram apreciadas por todo o País, tendo os nossos artesãos participado em diversas Mostras e Feiras de Artesanato.
Apesar da heterogeneidade da população, o Entroncamento reúne um número considerável de artesãos que trouxeram consigo o gosto pelo rústico e a vontade de dinamizar o concelho, assim começaram a executar vários tipos de trabalhos, entre eles encontram-se: os bonecos de madeira; a pintura de painéis de azulejos e loiças decorativas; bordados, rendas, Arraiolos, ponto cruz; bonecas de malha, bordados a matiz e registos; pintura em porcelana, vidro, tela tecido e artes decorativas; arte aplicada; trabalhos em pele; casas de barro em miniatura e tecelagem.


Colectividades: Associação de Amigos do Museu Nacional Ferroviário, Associação do Clube de Caçadores do Entroncamento, Associação dos Escoteiros de Portugal – Grupo 84, Casa do Benfica no Entroncamento, Clube Amador de Desportos do Entroncamento, Clube Amador de Pesca do Entroncamento, Clube de Arqueiros e Besteiros do Entroncamento, Clube de Campismo do Entroncamento, Clube Columbófilo Asas do Entroncamento, Clube Ornitófilo Ribatejano, Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento 542, Encoprof – Associação de Professores, Grupo Alternativo à Rotina do Entroncamento, Grupo Desportivo Ferroviários do Entroncamento, Grupo Recreativo 1º. De Outubro de 1911, Núcleo de Andebol do Entroncamento, Núcleo Sportinguista no Entroncamento, Orfeão do Entroncamento, Santa Casa da Misericórdia do Entroncamento – Hospital; Rotary Clube do Entroncamento, União de Futebol do Entroncamento.


Gastronomia: Na cidade do Entroncamento existe uma gama muito variada, quer em quantidade, quer em qualidade, de estabelecimentos de restauração, onde os visitantes podem ficar a conhecer os sabores da gastronomia local. Esta freguesia é detentora de uma gastronomia peculiar que se caracteriza pela mistura de sabores oriundos de várias partes do País. Como produto oriundo do Entroncamento registam-se os tradicionais bolos chamados “Ferroviários”, que são confeccionados com os seguintes ingredientes: massa tenra, calda de açúcar, ovos, farinha, puré de feijão e amêndoa.


Bebidas: Recomenda-se o Vinho Frisante “Magos” e o Vinho Espumante produzido em cuba fechada, por uma empresa desta Freguesia.